Jorge Paz Amorim

Minha foto
Belém, Pará, Brazil
Sou Jorge Amorim, Combatente contra a viralatice direitista que assola o país há quinhentos anos.

sábado, 29 de abril de 2017

Vigarice midiática


Como era de se esperar, o panfleto tucano/liberal adotou o linguajar da mídia central que o homizia criminalizando a greve geral de ontem contra as tungas de direitos. Seguiu impávido e bufão abordando transtornos no ir e vir( a pqp, de preferência) e depredações.

Bem diferente da exaltação feita a quando da campanha pelo impeachment da honesta Dilma, em favor do gatuno MT.

Lembrando que a falta de pudor é tamanha que o celerado que ia em cima do trio elétrico puxando palavras de ordem contra a corrupção encontra-se preso por tratar-se de vil extorsionário flagrado pela polícia no ato da prática do crime.

É esse jornalixo de lupanar que repete a lenga lenga da ditadura imposta a partir de 1964, usando termos como baderna, transtorno à população, vagabundagem e outros desqualificativos, como se houvesse vagabundagem e transtorno maiores do que assaltar o poder para roubar direitos fundamentais das pessoas mais humildes.

Felizmente, esse panfleto não ultrapassa as fronteiras da tribo que contempla, sendo ignorado pela grande massa de paraenses que detesta aquele nariz empinado no trato com a população. Resultado: encalhe total dessa merda. Bem feito!

Nenhum comentário: