Jorge Paz Amorim

Minha foto
Belém, Pará, Brazil
Sou Jorge Amorim, Combatente contra a viralatice direitista que assola o país há quinhentos anos.

terça-feira, 24 de maio de 2016

Gilmar e a certeza da impunidade


Era de se esperar que Gilmar Mendes não se manifestasse a respeito das gravações das conversas entre Romero Jucá e Sérgio Machado. Afinal, quando se trata de politicagem no STF é ele sempre o primeiro suspeito.

No entanto, sua empáfia e sensação de que está acima da lei e de qualquer investigação, faz com que ele dê declarações que representam verdadeiro libelo absolvendo Jucá e vai mais além: diz que é amigo de Jucá desde os tempos em que serviam juntos ao governo FHC.

Gilmar Mendes continua a lembrar aquele inspetor de polícia do filme 'Investigação Sobre um Cidadão Acima De Qualquer Suspeita', vivido pelo extraordinário ator Gian Maria Volonté,  do alto escalão da polícia italiana, com reputação ilibada, fama de incorruptível, mas reacionário,  que mata sua amante, e ainda testa se a polícia, se  irá acusá-lo por isso, ao plantar durante o filme pistas óbvias que o identificam como o assassino ao mesmo tempo em que vê os colegas ignorando-as, intencionalmente ou não.

O histórico de Gilmar dispensa a descrição de detalhes sórdidos a seu respeito. Apenas causa estranheza a aparente indiferença, medo quem sabe, com que certos titulares de instituições fundamentais para a consolidação da democracia brasileira encaram essa empáfia.

Talvez, quem possa explicar essa estranha movimentação descaradamente política do ministro do STF seja o repórter Rubens Valente. Exatamente o que publicou a gravação na FSP, desnudando a sórdida trama golpista em que Romero Jucá era peça fundamental em defesa da impunidade de uma quadrilha de ladrões. Valente é, também, autor do livro 'Operação Banqueiro', onde está desnudado o esquema de espionagem,patrocinado pelo banqueiro Daniel Dantas, este peça fundamental na privataria tucana, da qual fazia parte Gilmar.

O bem montado sistema de espionagem de Dantas, com o uso até de agentes da CIA, era capaz de reverter situações adversas com a divulgação de factoides contra juízes, promotores, policiais que ousassem investigaras várias atividades ilícitas do banqueiro e seus amigos. Talvez aí resida toda a certeza de Gilmar de que também ele é um cidadão acima de qualquer suspeita.


Nenhum comentário: